UMA LÁGRIMA DO MAR…

Para o poeta, uma pérola é uma lágrima do mar; para os orientais é uma gota de orvalho solidificada; para as mulheres é uma jóia que usam em anéis, colares ou brincos. Para o químico é uma mistura de fosfato e carbonato, de calcário com um pouco de gelatina e, para os naturalistas, é, simplesmente uma secreção mórbida do órgão que, em determinados bivalves, produz a madre-pérola.

Júlio Verne
(20 Mil Léguas Submarinas)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s