O FUTURO ESTÁ NA LARANJA!!!

Os ginásios em Portugal são caros. Há casos em que se pode dizer são caríssimos e, nem sempre, as condições se podem equilibrar entre os serviços prestados, a mensalidade e extras pagos, após a assinatura de um contrato que pode agarrar a uma fidelização de doze meses. Há países na Europa, para não andar mais pelo mundo, onde o apoio à cultura física é, desde tenra idade, uma realidade que permanecerá ao longo da vida. O exercício faz parte do dia-a-dia e está presente no desenvolvimento físico e intelectual.

Agora, em Portugal, há (será que com a crise continuará a haver?) um corrupio às piscinas (frequentemente a água não está na temperatura certa, tal como o jacuzzi que pode oscilar entre o frio e o escaldar, o banho turco pode estar tão denso que quase não vê a ponta do nariz ou somente um arzinho quase quente envolve). Quanto às máquinas de manutenção não se corre tanto risco se elas forem de boa qualidade. E é ver, todos os dias, a todas as horas, em espaços geralmente amplos homens e mulheres, jovens e idosos a tentar tratar bem do coração e a manterem-se saudáveis e ágeis. É importante que isso seja feito. Há que seguir o slogan: mexa-se, mexa-se. Da parte física encontra-se apoio nos ginásios mas em casa, temos de continuar o ritmo certo para estar bem. Nós somos o que comemos, a frase é conhecidíssima. Preste atenção ao que foi dito por quem sabe. As universidades de Harvard e Cambridge publicaram recentemente um compêndio com 20 conselhos saudáveis para melhorar a qualidade de vida de forma prática e habitual.

* Um copo de sumo de laranja diariamente para aumentar o ferro e repor a vitamina C.

* Salpicar canela no café (mantém baixo o colesterol e estáveis os níveis de açúcar no sangue).

* Trocar o pão tradicional pelo pão integral que tem quase 4 vezes mais fibra, 3 vezes mais zinco e quase 2 vezes mais ferro que tem o pão branco.

* Mastigar os vegetais por mais tempo. Isto aumenta a quantidade de químicos anti cancerígenos libertados no corpo. Mastigar liberta sinigrina (cristalino das sementes de mostarda preta). E quanto menos se cozinham os vegetais, melhor efeito preventivo têm.

* Adoptar a regra dos 80%: servir-se menos 20% da comida que ia ingerir evita transtornos gastrointestinais, prolonga a vida e reduz o risco de diabetes e ataques de coração.

* O futuro está na laranja, que reduz em 30% o risco de cancro de pulmão.

* Fazer refeições coloridas como o arco-íris. Comer uma variedade de vermelho, laranja, amarelo, verde, roxo e branco em frutas e vegetais, cria uma melhor mistura de antioxidantes, vitaminas e minerais.

* Comer pizza. Mas escolha as de massa fininha. O licopene (um antioxidante do tomate), pode inibir e ainda reverter o crescimento dos tumores; e, além disso, é melhor absorvido pelo corpo quando o tomate está em molhos para massas ou para pizza.

* Limpar a sua escova de dentes e trocá-la regularmente. As escovas podem espalhar gripes, constipações e outros germes. Assim, é recomendado lavá-las com água quente pelo menos quatro vezes por semana (aproveite o banho no chuveiro), sobretudo após doenças quando devem ser mantidas separadas de outras escovas.

* Realizar actividades que estimulem a mente e fortaleçam a memória. Faça alguns testes ou quebra-cabeças, palavras cruzadas; aprenda um idioma, alguma habilidade nova. Leia um livro e memorize parágrafos.

* Usar fio dental e não mastigar chicletes. Acreditem ou não, uma pesquisa deu como resultado que as pessoas que as mastigam têm mais possibilidade de sofrer de arteriosclerose, pois têm os vasos sanguíneos mais estreitos, o que pode preceder a um ataque do coração. Usar fio dental pode acrescentar seis anos à sua idade biológica porque remove as bactérias que atacam os dentes e o corpo.

* Rir. Uma boa gargalhada é um pequeno exercício físico: 100 a 200 gargalhadas equivalem a 10 minutos de corrida. Baixa o stress e acorda células naturais de defesa e os anticorpos.

* Não descascar (com antecipação) os vegetais ou frutas, sempre frescos. Devem ser cortados e descascados na hora em que forem consumidos. Isso aumenta os níveis de nutrientes contra o cancro.

* Ligar para seus familiares/pais, de vez em quando. Um estudo da Faculdade de Medicina de Harvard concluiu que 91% das pessoas que não mantêm um laço afectivo com seus entes queridos, particularmente com a mãe, desenvolvem tensão alta, alcoolismo ou doenças cardíacas, antes do tempo.

* Desfrutar de uma chávena de chá. O chá comum contém menos níveis de antioxidantes que o chá verde, e beber só uma chávena diária desta infusão diminui o risco de doenças coronárias. Cientistas israelitas também concluíram que beber chá aumenta a vida depois de ataques do coração.

* Ter um animal de estimação. As pessoas que não têm animais domésticos sofrem mais de stress e visitam o médico regularmente, dizem os cientistas da Cambridge University. As mascotes fazem-nos sentir mais optimistas e descontraídos e isso baixa a pressão do sangue. Os cães são os melhores, mas até um peixinho dourado pode causar um bom resultado.

* Colocar tomate ou verduras frescas nas sandes. Uma porção de tomate por dia baixa o risco de doença coronária em 30%, segundo cientistas da Harvard Medical School.

* Reorganizar o frigorífico. As verduras em qualquer lugar do seu frigorífico perdem substâncias nutritivas, porque a sua luz artificial destrói os flavonóides (combatem o cancro) que todos os vegetais têm. Por isso, é melhor usar a área reservada aos vegetais, que é a caixa ao fundo do frigorífico.

* Comer como um passarinho. A semente de girassol e as sementes de sésamo nas saladas e cereais são nutrientes e antioxidantes. E comer nozes entre as refeições reduz o risco de diabetes e é particularmente indispensável a vegetarianos.

* E, por último, pequenas dicas para alongar a vida:

Comer chocolate: duas barras por semana prolongam um ano a vida. O amargo é fonte de ferro, magnésio e potássio. Pensar positivamente: pessoas optimistas podem viver até 12 anos mais que os pessimistas que, além disso, apanham gripes e constipações mais facilmente. Ser sociável: pessoas com fortes laços sociais ou rede de amigos têm vidas mais saudáveis que as pessoas solitárias ou que só têm contacto com a família. Conhecer-se a si mesmo: os verdadeiros crentes e aqueles que valorizam o ser em vez do ter têm 35% de probabilidade de viver mais tempo.
Uma vez incorporados, os conselhos, facilmente se tornam hábitos.



*

Escolha a melhor forma de viver e o costume a tornará agradável
(Séneca)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s