A VITALIDADE DO FOGO SECRETO DO SOL


O dia de hoje não teve o esplendor de outros quando o Sol entra inesperadamente pela sala e vibra, quebrando distâncias e nostalgias. Lembrei essa troca de energias e senti a falta das gargalhadas livres e dos silêncios doces num oceano de ideias e de ilusões quando os olhares se cruzam. Não, o dia de hoje não resplandeceu. Não teve emoção, não me pediu nem lutas nem vitórias. Limitei-me a escutar o coração, a visualizar imagens conciliadoras mas distantes. Interiorizei, fugi para campos meditativos, harmonizei a mente, domei encantos e segredos e ambicionei o tempo do nosso espaço, sem espaços, sem distâncias. De tão próximos somos um, na lonjura intensa da verdade palpável e irreal no ciclo vibrante do inexistente mas, surpreendente porque sempre que o Sol entra, inesperadamente, pela sala sinto que nada será feito, nada será sentido, nada será construído mas, jamais, se fechará a porta do meu encantamento onde me guias porque mesmo não estando, estás. Com vigor físico e agilidade mental. Hoje, o meu dia desenrolou-se sem inspiração, sem o fogo secreto do Sol!

Se amanhã sentires saudades, lembra-te da fantasia e sonha com tua próxima vitória
(Charles Chaplin)

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s