…OBRIGADA, POR SERES MEU AMIGO…

Não posso dar-te as soluções para todos os problemas da vida. Nem tenho resposta para as tuas dúvidas e temores, mas posso ouvir-te e compartilhar contigo. Não posso mudar nem o teu passado nem o teu futuro mas, quando necessitares de mim, estarei junto a ti. Não posso evitar que tropeces, apenas posso oferecer-te a minha mão para que te apoies e não caias. As tuas alegrias, os teus triunfos e os teus êxitos não são os meus, mas desfruto, sinceramente, quando te vejo feliz. Não julgo as decisões que tomas na vida, limito-me a apoiar-te, a estimular-te e a ajudar-te sem que me peças. Não posso traçar-te limites, dentro dos quais deves actuar mas, sim, oferecer-te o espaço necessário para cresceres.

Não posso evitar o teu sofrimento quando alguma mágoa te parte o coração. Mas, posso chorar contigo e recolher os pedaços e uni-los novamente Não posso decidir quem foste nem quem deverás ser, somente posso amar-te como és e ser teu amigo. Todos os dias penso nos meus amigos e amigas. Não estás acima, nem abaixo, nem no meio. Não encabeças nem concluís a lista. Não és o número um nem o número final. E tão pouco tenho a pretensão de ser o primeiro, o segundo ou o terceiro da tua lista. Basta que me queiras como amigo. Dorme feliz. Emana vibrações de amor. Estamos aqui de passagem. Melhora as relações. Aproveita as oportunidades. Escuta o coração. Acredita na vida

Obrigado por seres meu amigo. J. L. Borges

Não projecto uma cara em nenhum espelho. Nem sequer sou poeira. Sou um sonho
(Jorge Luís Borges)
Anúncios

7 responses

  1. Magnifico texto Meb, uma linda e justa definição de amizade!Beijinhos,Ana Martins

    Setembro 27, 2009 às 11:59 pm

  2. Cara MEB,Em primeiro lugar os meus cumprimentos, Sou a Maria Adelaide Quintas e vivo no Porto perto do mar e já tenho a "bela idade" de 71 anos de vida beste nosso mundo tão em decadência.Tive agora o prazer de descobrir o seu precioso blog.Os seus temas tem um grande valor.Virei visítá-la sempre que puder para deixar um beijo. O meu abraçoMaria Adelaide / Mara

    Setembro 28, 2009 às 8:38 am

  3. MEB

    Ana, obrigada pela sua passagem pelo meu cantinho. Volte sempreBeijinhos

    Setembro 28, 2009 às 7:35 pm

  4. MEB

    Querida Mara, é, creio, o primeiro contacto e fiquei radiante por me ter descoberto. Já ando por aqui a escrever desde 2007, tenho 330 crónicas, mas sou pouco lida. Cada nova descoberta enche-me de encanto. Eu tenho 70 anos. Como vê estamos na mesma faixa da vida. Espero, ansiosa, que adquira o hábito de vir por aqui com frequência. Tentarei ser interessante mas, confesso, nem sempre consigo. Por vezes perco o entusiasmo; por vezes, o mundo é meu, é tudo encanto. Resumindo: tenho dias!Beijinhos e parabéns pela bela imagem da foto

    Setembro 28, 2009 às 7:40 pm

  5. Adorei o seu poema.Tomei a liberdade de fazer um video com ele.Um beijoVitorhttp://www.youtube.com/watch?v=xsCBBPSgYuA

    Março 5, 2010 às 12:18 pm

  6. MEB

    Vítor boa noite. Gostei muito do seu comentário onde diz que vai fazer um vídeo. Acho que o texto merece mas, tal como está lá referido, esse texto não é meu é de José Luis Borges. Faça, mas dê os créditos a quem de direito. Adoraria escrever assim.Obrigada

    Março 5, 2010 às 8:23 pm

  7. MEB

    Desculpe o engano. Queria dizer Jorge Luís Borges

    Março 5, 2010 às 8:29 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s