SURPRESAS SEM PALAVRAS…


Por vezes há silêncios parados nos segundos da vida. Sem aviso. Sem clamores. São surpresas que (quando boas) nos deixam em pose de estátua com os ombros longe das orelhas, o umbigo colado às costas e a nuca presa ao alto por um fio invisível. Ficamos rainhas por conta do encanto e de um certo distanciamento que tem porte real. Captamos a suavidade do momento, escutamos as melodias inaudíveis, flutuamos para lá de nós, agarramos os murmúrios que se querem libertar e fixamos como se não houvesse amanhã. Lívidas ou não, olhamos a poesia em movimento na surpresa que surge dos silêncios (raros) que fazem parar o trepidante da vida e, através da surpresa sem palavras, tomamos o pulso à realidade, respiramos lenta e profundamente e, poderosas, altivas, sorrimos, mesclando sensações.




No coração de todos os Invernos vive uma Primavera palpitante, e depois de cada noite vem uma aurora sorridente
(Khalil Gibran)
Anúncios

2 responses

  1. Minha Boa Amiga Elvira, desculpe-me por andar arredio mas estive fora e quando regressei andei muito atrefado daí a razão de só agora a visitar. Os pensamentos que traz ao seu blogue são sempre muito interessantes e este não foge à regra. Depois de os ler ficamos refletindo sobre os mesmos!Um bom fim-de-semana e um beijinho amigo.

    Abril 25, 2010 às 6:46 am

  2. MEB

    Que bom amigo Luís ter passado por aqui e continuar a não desgostar dos que publico. Fico feliz. É bom saber que já regressou e que tudo está bem consigo. Saudades e um beijinho amigo

    Abril 25, 2010 às 5:52 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s