VÁ PASSEAR DE MÃOS DADAS COM O AR

A hora já vai adiantada, mas o meu papel de esposa, mãe, avó e mais coisas que eu vou arranjando para manter activo o meu cérebro, nem sempre me deixam tempo para vir aqui mais cedo como eu gostava. Vim espreitá-la, Maria Elvira! Apeteceu-me partilhar consigo este pedaço dum texto, que me diz muito!

“… ponha a saia mais leve, aquela de chita e vá passear de mãos dadas com o ar. Enfeite-se com margaridas e ternuras e escove a alma com leves fricções de esperança. De alma escovada e coração estouvado, saia do quintal de si mesmo e descubra o próprio jardim! Acorde com gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo da janela. Ponha intenções de quermesse nos seus olhos. Beba licor de contos de fada. Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uma névoa de borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases subtis e palavras de galanteria.” Obrigada, amiga. Lindo.



O significado das coisas não está nas próprias coisas, mas na nossa atitude com relação a elas
(Antoine de Saint-Exupéry)
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s