DENTRO DE HORAS NASCERÁ. CHAMA-SE 2011

Faltam poucas  horas para que o bebé 2011 encontre os caminhos do seu tempo e, oficialmente, nasça para o Mundo. Mundo demasiado indefinível, demasiado dominante,  dessintonizado da essência da Vida; por isso, cruel, desumanizado, dramático, perigoso e misterioso. 2011 chegará com uma missão evolutiva difícil: fazer germinar no coração dos homens o amor fraterno, capaz de mudar realidades, mentalidades e futuros.

Vai ser uma caminhada, ao longo de 12 meses, onde o ainda quase bebé 2011 encontrará resistências, traições e as suas aspirações de fazer uma Humanidade feliz será, por certo, uma luta de Titãs. É que os homens cada vez mais se afastam da Natureza (quebram a corrente de Vida), ignoram os padrões sólidos dos valores morais, estão desapiedados, não têm Luz, acumulam e propagam energias negativas, sonham e concentram-se nos espaços de sucessivos supérfluos, perdem-se nas teias de crises que inquietantemente criaram.

Manter o equílibrio entre os homens é uma tarefa tão árdua que se o quase bebé 2011 soubesse, era capaz de não querer despertar para o mundo físico. Mas, rigorosamente, à meia-noite, o bébé, como uma semente, entregar-se-à ao vento e procurará atingir o coração dos homens. Facilitem-lhe a vida.

Receba-o com esperança, com pensamentos e palavras inspiradas e inspiradoras. Celebre a sua chegada: grite, cante, pense, beije, beba champanhe, água, coma uvas, suba para o banco, abrace quem pode ou quem gostaria (não há distâncias que vençam o pensamento…)

Na alegria, na depressão, na solidão, na revolta, mesmo assim, dê uma chance a si própria e a ele. Se precisa, redescubra o prazer da vida. Se consegue manter a esperança e a alegria, na transição ansiosa de um para outro ano, espalhe essa energia poderosa pelos presentes, ausentes, pelo seu País, pelo Mundo. Tem esse poder. Se apontar o indicador às estrelas, está a interagir com o Universo! Feliz 2011. Faça dele o ano do Amor.

Daqui a alguns anos estará mais arrependido pelas coisas que não fez do que pelas que fez. Solte as amarras! Afaste-se do porto seguro! Agarre o vento nas suas velas! Explore! Sonhe! Descubra!

( Mark Twain)

Anúncios

6 responses

  1. Isabel Bento

    Amei, dá vontade de ler e não parar!!! Dá esperança!!! Beijinhos grandes

    Dezembro 30, 2010 às 10:22 pm

  2. Filha, ainda bem que gostastes. O nascer de um ano não tem nada de serenidade. Dentro de cada um há um turbilhão de emoções: esperança, medo, ansiedade…

    Dezembro 31, 2010 às 12:24 am

  3. Querida amiga Elvira!

    Texto maravilhoso!
    Pleno em todos os aspectos…
    Parabéns!

    Todos sabemos, que o pobre pequeno, vai nascer para sofrer agruras.
    Tenhamos contudo, esperança, determinação e muita coragem para o levar por caminhos menos espinhosos e almejemos que o seu fim não seja trágico.
    Não será certamente e especialmente se o nosso coração ajudar.

    Ainda nos “falaremos” amanhã!!!
    Mesmo que me repita (o mais provável), quero dizer-lhe quão especial foi para mim tê-la (re)encontrado neste ano.

    Obrigada!

    Obrigada pela amizade, pela alegria dada em cada palavra, pela amabilidade e carinho.
    Bem haja.
    Que 2011 traga tudo o que mais almejas para ti e todos os que amas e para o Mundo.
    Vamos passar 2011 mais próximas!

    Felicidades e Bom Ano Novo!

    Dezembro 31, 2010 às 1:41 am

    • Querida Amiga Ná

      Nem sei como começar, já sei que vou ter ao agradecimento, nascido do coração, pelo que me ajudou ao longo de 2010. Sempre atenta, preocupada se não escrevia, e, no final, o golpe de mestre da minha transferência para o wordpress. Não tenho mais palavras. Tento retribuir com textos que goste.

      Desejo que a deslocação a Lisboa tenha sido entusiasmante, e para o Novo Ano, tudo do melhor. Sempre. Felicidades, amiga.
      Beijinho

      Dezembro 31, 2010 às 1:54 pm

  4. Querida Elvira!

    Saúde, paz e harmonia na família são as coisas mais importantes.
    Que nada disto lhe falte.
    Correremos juntas, de mão dada, mais um ano e todos os dias serão de comunhão, de amizade, de respeito e de muito carinho.

    Feliz Ano Novo.

    Beijinhos num abraço longo!

    Dezembro 31, 2010 às 5:14 pm

    • Obrigada minha querida amiga. Assim será. Juntas, unidas pela amizade e admiração, respeito e orgulho, percorreremos 2011 com esperança e em harmonia. Tudo de bom, amiga, para si e para a família. Um abraço (que é a jóia da amizade). Feliz Ano, Ná

      Janeiro 2, 2011 às 2:25 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s