Archive for Janeiro, 2011

HOJE, É O DIA CERTO PARA VIVER

 

Só existem dois dias no ano em que nada pode ser feito. Um chama-se Ontem e o outro Amanhã. Portanto,  Hoje, é o dia certo para amar, acreditar, fazer e, principalmente, viver (D.L.).

 

 

Seja a mudança que você quer ver no mundo

(Dalai Lama)


O AMOR É O DESEJO QUE ATINGIU A SABEDORIA

Quanto mais envelhecia, quanto mais insípidas me pareciam as pequenas satisfações que a vida me dava, quanto mais claramente compreendia onde deveria procurar a fonte das alegrias da vida, aprendi que ser amado não é nada, enquanto amar é tudo.

O dinheiro não era nada, o poder não era nada. Vi tanta gente que tinha dinheiro e poder, e mesmo assim era infeliz. A beleza não era nada. Vi homens e mulheres belos, infelizes, apesar da sua beleza. Também a saúde não contava tanto assim. Cada um tem a saúde que sente. Havia doentes cheios de vontade de viver e havia sadios que definhavam angustiados pelo medo de sofrer.

A felicidade é amor, só isto. Feliz, é quem sabe amar. Feliz, é quem pode amar muito. Mas amar e desejar não é a mesma coisa. O amor é o desejo que atingiu a sabedoria. O amor não quer possuir. O amor quer somente amar (H.H.)

 

 

Nada lhe posso dar que já não exista em você mesmo. Não posso abrir-lhe outro mundo de imagens, além daquele que há em sua própria alma. Nada lhe posso dar a não ser a oportunidade, o impulso, a chave. Eu o ajudarei a tornar visível o seu próprio mundo, e isso é tudo

(Hermann Hesse)


AS FORÇAS DA VIDA: O AMOR E O MEDO!

 

 

Na vida há duas forças motivadoras básicas: o medo e o amor. Quando estamos com medo, podemo-nos retirar. Quando amamos, estamos abertos a tudo que a vida tem para oferecer com paixão, emoção e aceitação. Precisamos de aprender a amar-nos primeiro, em toda nossa glória e imperfeições.

Se não nos podemos amar a nós mesmos, não podemos abrir completamente a nossa capacidade de amar os outros ou o nosso potencial para criar. A evolução e todas as esperanças para um mundo melhor estão no destemor e na visão de um coração aberto, de pessoas que abraçam a vida  (J.L.) 

 

Vivemos num mundo onde nos escondemos para fazer amor! Enquanto a violência é praticada em plena luz do dia

(John Lennon)

 


O PERFUME INEBRIANTE DO FADO

 

A sua voz (fascinante) tem a maciez envolvente da noite, é amadeirada, não volátil, toca na sensibilidade e adoça o coração. Nela há uma mescla de gengibre e de canela.  Lembra-nos  sândalo e jasmim e a sedução (poderosa) da pimenta-rosa (um travo que sabe bem). Tem o fascínio das violetas, nos acordes mágicos, no brilho, nas nuances, de uma voz de extrema sensualidade. É Marco Rodrigues que, quando canta, guarda em si a alquimia da Natureza. Provoca arrepio.

 

http://www.youtube.com/watch?v=O_zo57bqyws


UMA VOZ E UMA SENSIBILIDADE ARREPIANTES

O seu talento já atravessou fronteiras e, durante semanas seguidas, conquista o número 1 na escala dos Tops internacionais. É portuguesa, muito jovem, tem 23 anos, uma voz e sensibilidade arrepiantes. Descobria-a na noite de Natal, na gala da SIC, e, ainda hoje, estou em estado de encantamento.

 

 

http://www.youtube.com/watch?v=RedInCiDOxI