CAMPOS DE SONHOS PARA CORRER AOS VENTOS

Os meus pensamentos são cavalos selvagens nos campos de sonhos que não encanto. Não sou uma encantadora de sonhos sou, apenas, livre. Trato por tu as vozes do vento, conheço-lhe as nuances, as carícias e as ameaças. Nada me prende na longitude dos espaços sem fim por onde correm os cavalos e os meus pensamento de crinas e sílabas ao vento, desafiando, sempre desafiando.

Os meus pensamentos são a minha força e o meu segredo. São o aroma da minha vida. Envolvem-me como mantos de arminho ou tule flutuante quando -desprendida- tenho a força da seta disparada e venço a corrida quando, perto do alvo, a agarro na mão firme. Sem vacilar. Não há nem limites, nem desafios impossíveis nas correrias livres, bravias,  pelos campos dos meus sonhos e pensamentos, lado a lado, em infindável e empolgantes viagens de magia e liberdade.

Sou raio que atravessa a distância enquanto os pensamentos me segredam pedaços de vida. Quando voltares a pegar nas minhas mãos larga-as ou prende-as. Só que eu nunca ficarei. Tenho campos de sonhos para correr aos ventos e sorrir às estrelas.

O mais importante acto de fé não é só acreditar em Deus, mas acreditar que Deus acredita em mim
(S. Pulumbiert)

Anúncios

3 responses

  1. Amiga Elvira!

    Os pensamentos têm que ser mesmo livres assim…

    Lindíssimo o seu texto.

    “Não há prisão que possa enclausurar estes meus versos, nem algemas ou correntes atadas a minha alma.”“Sou completamente livre como o vento.” “Sopro e suspiro, suspiro e sopro.” Vou aonde bem quero, quando quero, levando comigo de arrasto só aquilo porque me interesso…”
    [Álvaro]

    …”Não faço versos com quem pensa, apenas sinto e discorro sobre o papel o grito mudo contido nesse meu peito que só sente igual.”
    “Sou viajante errante desses ventos. Deixo-me levar, sou livre quando suspiro ao som do sopro macio de uma brisa do mar ou a intensidade de um temporal”.
    “Sou o que faço, sinto, escrevo e vivo, mesmo quando a inspiração me renega. Faço valer a liberdade que tenho. Eu sou aquela que na escrita se entrega”
    [Jacque]

    Beijinhos

    Janeiro 7, 2011 às 12:47 am

  2. Boa amiga
    Ainda bem que gostou. Os pensamentos são excelente ponto de partida para prosa, poesia. Estes pensamentos são englobadores do que de melhor existe no âmago do ser humano. Adorei o que me mandou. Lindíssimo. Beijinho.
    MElvira

    Janeiro 7, 2011 às 1:02 am

  3. Gabriela Rodrigues

    Nossa, meu sonho sempre foi ter um cavalo, sóm que é meio caro, então… serio ler isso me fez chorar é muito profundo, adorei parabéns, e aah queria escrever um livro alguem aim me ajuda, não sei por onde começar, entre em contado qm puder gabilovehorse@hotmail.com

    Janeiro 6, 2012 às 4:57 am

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s