O PERFUME INEBRIANTE DO FADO

 

A sua voz (fascinante) tem a maciez envolvente da noite, é amadeirada, não volátil, toca na sensibilidade e adoça o coração. Nela há uma mescla de gengibre e de canela.  Lembra-nos  sândalo e jasmim e a sedução (poderosa) da pimenta-rosa (um travo que sabe bem). Tem o fascínio das violetas, nos acordes mágicos, no brilho, nas nuances, de uma voz de extrema sensualidade. É Marco Rodrigues que, quando canta, guarda em si a alquimia da Natureza. Provoca arrepio.

 

http://www.youtube.com/watch?v=O_zo57bqyws

Advertisements

10 responses

  1. Boa noite Elvira,
    concordo na integra com o que diz, é verdadeiramente delicioso ouvi-lo.

    Beijinho,
    Ana Martins

    Janeiro 24, 2011 às 11:54 pm

    • Adorei escrever este texto, foi o meu íntimo a “falar”. Nem sempre acontece. Beijinho, Ana, pela simpatia

      Janeiro 25, 2011 às 4:43 pm

  2. Luis

    Minha Boa Amiga,
    Como amante do Fado fiquei rendido a esta voz! É de facto extraordinária. Tomei a liberdade de a levar para a Tulha esperando que não se Zangue pois merece ser divulgada!
    Um beijinho muito amigo.

    Janeiro 25, 2011 às 1:34 am

    • Amigo Luís.
      Gosto de fado mas sou muito exigente em relação aos intérpretes. Não é só a voz, não é só cantar. É saber ir dentro do coração e juntar as palavras com a melodia.

      Adoro este fado.O Marco Rodrigues terá até outros melhores mas, esta entrada, deixa-me sem fôlego, no mínimo. Fico radiante de saber que ele está no blogue do meu amigo. Merece,mesmo divulgação. Obrigada. Beijinho

      Janeiro 25, 2011 às 4:49 pm

  3. Paixão comum nossa, o fado, constato com agrado, amiga. Escolha que aplaudo, bem como a de Sara Tavares, outra voz maravilhosa do nosso panorama musical tão rico!
    Beijinhos

    Janeiro 25, 2011 às 4:11 pm

    • Que bom amigo Joaquim que pense assim e que tenha ficado contente com a minha escolha. As grandes vozes portuguesas, tirando as que pertencem a “clãs”, não passam na Rádio!

      Não tenho inteligência para compreender o motivo pelo qual se “esquece” Dulce Pontes, por exemplo. Sara, abre a “banda sonora” do meu filme denominado Brumas de Sintra… Beijinho

      Janeiro 25, 2011 às 4:53 pm

  4. Mais uma revelação para mim!

    Obrigada amiga Maria Elvira.

    Beijinhos

    PS. Espero que esteja melhor.
    O José está quase bom. Agora é o Pedro que m preocupa.

    Janeiro 25, 2011 às 6:16 pm

  5. Um bom fadista sem dúvida. Li uma entrevista
    em que dizia que é mais difícil a um homem
    impor-se como fadista, do que a uma mulher.
    Um prazer ter estado aqui.
    Saudação bloguista
    Irene

    Janeiro 25, 2011 às 6:26 pm

    • Irene Alves, boa noite. Foi um prazer saber que passou por aqui pela primeira vez. Espero que repita. Não sei se será mais difícil ou não (temos, no fado, excelentes vozes femininas e masculinas), mas sei que a voz do Marco é surpreendente. E a sensibilidade, a forma como vive as palavras, é única.

      Janeiro 25, 2011 às 8:03 pm

  6. Querida Ná

    Ainda bem que foi uma revelação boa. Está tudo bem consigo, amiga? “Sinto” preocupação. É o Pedro? Os filhos desde que nascem e mesmo aos 100 anos não deixam de nos preocupar. É amor!

    Estou a começar a melhorar! Aleluia. Beijinho

    Janeiro 25, 2011 às 6:53 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s