SÓ UM ANJO SABE AMPARAR ASSIM

Não sei o nome do anjo que me acorda quando presa em pesadelos me debato com os temores que invento. E sofro. E transpiro ao ritmo de um coração tresloucado. E quando sufoco ele, o anjo, agarra-me, dá-me a mão, orienta-me ao regresso no alinhar de estrelas que me conduzem ao mundo onde me deito e, por vezes, me debato com os elementos da Natureza conhecidos, e os outros que invento. Nem sei como é, não sei chamá-lo mas, deve existir! Só um anjo nos sabe amparar assim.

 

O estudo em geral, a busca da verdade e da beleza são domínios em que nos é consentido ficar crianças toda a vida
(Albert Einstein)

 

Advertisements

14 responses

  1. Luis

    Minha Querida Amiga Maria Elvira,
    Ao ler este seu post recordei uma situação em que tive a sensação que falei com Deus enquanto lhe dei boleia! Passo a contar: A minha Filha mais velha tinha tido um acidente muito grave e encontrava-se em perigo de vida. Deslocava-me, a grande velocidade, debaixo de um temporal desfeito a caminho do Hospital, onde ela acabara de entrar, quando vi um velho à chuva todo molhado.
    Não sei o que me deu mas parei de imediato e dei-lhe boleia. Disse-lhe ao que ia e ao perguntar-lhe para onde ia Ele respondeu-me que também ia para lá. Depois disso nada mais dissemos um ao outro mas ia rezando interiormente para que nada de pior lhe acontecesse. Depois de Ele ter entrado no carro fiquei em Paz interiormente! Parecia que tudo se tinha resolvido com a minha Filha. Sinceramente ainda hoje é difícil explicar o que se passou comigo. Paramos e entramos os dois no Hospital cada um para o seu lado sem trocarmos mais palavras!
    A minha Filha só após 10 dias, sempre em perigo de vida, começou a melhorar mas eu estava calmo acreditando que ela se curaria. Ainda hoje quando penso neste incidente julgo que estive com DEUS e que foi Ele que me deu a Paz e a Tranquilidade naquele momento!
    Um beijinho muito amigo.

    Fevereiro 3, 2011 às 11:23 pm

  2. Luís
    Fiquei arrepiada ao ler o seu testemunho. Fiquei maravilhada. Há coisas tão surpreendentes nas nossas vidas, principalmente em momentos de grande aflição. Amanhã vou contar (em post) uma coisa, parecida com o que lhe aconteceu, passado comigo em Toronto, num momento de grande dificuldade. Ainda hoje vejo o menino a entrar à minha frente no bus, e quando olhei lá para dentro…

    Ainda bem que com a filha tudo correu bem. Graças a Deus, mas a calma que o invadiu de imediato, é surpreendente. Não se eplica. Sente-se. Beijinho Luís, obrigada por ter partilhado um acontecimento da sua vida tão bonito.

    Fevereiro 4, 2011 às 1:20 am

  3. Querida amiga!

    Agora, ao ler não só o seu post mas também a troca de comentários entre os meus dois bons amigos se sempre, vieram-me as lágrimas aos olhos.
    Minha querida, o Luís tem neste momento o seu único filho homem, um rapaz de 40 anos de idade, em perigo de vida.
    Está desde ontem em estado crítico no Hospital.
    Soube à instantes pela esposa, que o filho está na mesma, não há melhorias. O Luís vinha a caminho de casa.
    As visitas são mínimas e as informações quase nulas. Sabe-se que tão somente que a crise foi provocada pela parte renal.

    Minha querida, oxalá ele encontre novamente o seu anjo “Deus” protector.

    Publiquei o seu e-mail a dar-me conta do sucedido e peço uma corrente de energia positiva para ele, que tanto precisa.

    Neste momento, não tenho condições de lhe contar o que a mim me aconteceu quando eu própria passava a linha entre a vida e a morte.
    Abordei subtilmente esse tema no texto que dediquei ao meu pai há pouco tempo.
    tenho um Blog só meu, privado, onde já tenho alguns textos nunca publicados, ele está lá.
    Um dia mostro-lho.

    Hoje é dia de encorajar o Luís. De lhe demonstrarmos o nosso afecto e dar todo o tipo de apoio.

    Beijinhos

    Fevereiro 4, 2011 às 8:59 pm

    • Querida, Ná
      O nome do filho, p.f. A corrente já começou. É forte.
      Beijinho

      Fevereiro 5, 2011 às 6:33 pm

  4. Querida Maria Elvira

    Lindo e verdadeiro o que falas e tenho a certeza que o nosso Anjo da Guarda está sempre a nos velar em todos os momentos de nossas vidas.

    Fiquei emocionada a ler o comentário do amigo Luis que passa por momentos tão delicados e tensos. Tenho certeza com o mesmo anjo o estará a acompanhar.

    Beijos e um lindo final de semana

    Fevereiro 5, 2011 às 10:01 am

    • Irene, que bom encontrá-la aqui e saber que gostou do tema do post. Penso que sim, penso que o Anjo do filho do nosso querido amigo Luís, está (como sempre)a seu lado, ajudando-o a ultrapassar um obstáculo difícil. Creio que já não corre perigo de vida. Isso é muito bom. Beijinho

      * A semana voltou com o frio que parece vai estar até 5ª feira.

      Fevereiro 8, 2011 às 10:13 pm

  5. Minha querida amiga!

    O Luís refere-se ao filho pelo “meu Rapaz”… eu não sei o seu nome, desculpe.
    Sei que está fora de perigo e a reagir bem à medicação.

    O Luís, toda a sua família e especialmente o seu filho precisam de todos nós.
    Se precisa saber o nome, eu o saberei.

    Obrigada.

    Beijinhos

    Fevereiro 6, 2011 às 12:58 am

  6. Maria Elvira
    Andam “por aí”, entre nós, demasiado ocupados para nos darmos conta!… No corropio do dia-a-dia, preocupados “só” com as coisas finitas, como cada um, planamos muito abaixo do que, efectivamente, interessa: o chamamento do espírito que, dimensão transcendente em nós, nos permitiria enxergar para além do fundo da rua…
    Andam “por aí”, connosco, esperando apenas, persistentemente, que consigamos abrir-lhe o nosso coração!
    Andam “por aí”… e não desistem, sorte a nossa!

    Vamos, sim, “começar a corrente”: é “aí” que “eles” também entram!

    Beijinho, amiga e um bom Domingo para si e “seu anjo bom”!

    Fevereiro 6, 2011 às 1:09 am

    • Joaquim, boa noite (voltou o frio).

      Gostei muito do seu comentário. Identifico-me com ele. Estou de acordo: eles andam a nosso lado, neste desafio -em muitos casos de sobrevivência- orientando, protegendo.

      Só que muitas (demasiadas)vezes estamos de coração, de olhos e de ouvidos fechados. Não sentimos, não vimos e não ouvimos. Mas, como disse, eles não desistem. Tenho na minha vida “casos” espantosos que me levam a dizer: sim, eles estão a nosso lado.
      Beijinho

      Fevereiro 8, 2011 às 9:17 pm

  7. Querida amiga!

    Hoje não tenho novidades.
    Presumo que esteja tudo a correr pelo melhor.
    Diz-se – no news is good news – acreditemos que sim.

    Beijinho

    Fevereiro 6, 2011 às 11:48 pm

  8. Amiga! Está tudo bem consigo?

    Fico preocupada quando se ausenta.
    Vou mandar-lhe um e-mail.
    Adianto aqui para o nosso amigo comum Quicas saber também, que o filho do Luís está a recuperar, mas que o nosso Luís precisa de ajuda, mesmo quando já há uma amiga da Blogosfera, a Carmo, que trabalha no hospital onde está o filho do Luís que ao ler no meu Blog a notícia, logo foi tratar de ajudar.
    Solidariedade é isto. Amor pelo próximo faz-se, não só se diz.

    Até amanhã.
    Beijo

    Fevereiro 8, 2011 às 1:13 am

    • Querida Ná

      Está tudo bem, embora tenha estado um pouco afastada do computador. Como lhe disse a corrente começou a funcionar quando lhe disse. Ainda bem que está a recuperar. Graças a Deus, fico radiante. E consigo, amiga, tudo bem? Voltou o frio e com frio, Ná, não me apetece nada, nem escrever. Beijinho

      Fevereiro 8, 2011 às 9:09 pm

  9. Querida amiga!

    Obrigada por essa força dada aos amigos.
    Hoje estou mais feliz, por eles, embora não tenha falado hoje com o Luís.

    Por aqui voltou a chuva que para mim ainda é pior do que só o frio.
    Frio e sol, aguento, mal, mas aguento.
    Agora, frio e chuva, dói!

    Beijinhos

    Fevereiro 8, 2011 às 10:37 pm

    • Beijinho, querida e incansável Ná. Obrigada por toda a força e solidariedade que espalha à sua volta. Tenho o maior orgulho em ser sua amiga.

      * O pior já passou. Na medicina 10% pertencem aos médicos os outros 90%, não!

      Fevereiro 9, 2011 às 5:25 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s