SONHE COM AS ESTRELAS

Navegue, descubra tesouros, mas não os tire do fundo do mar, o lugar deles é lá. Admire a Lua, sonhe com ela mas não queira trazê-la para a Terra. Admire o Sol,  deixe-se acariciar por ele, mas lembre-se que o seu calor é para todos.

Sonhe com as estrelas, apenas sonhe, elas só podem brilhar no céu. Não tente deter o vento, ele tem pressa de chegar sabe-se lá onde. Não apare a chuva, ela quer cair e molhar muitos rostos. O sorriso? Esse deve segurar; não o deixe ir embora, agarre-o! Quem ama? Guarde dentro de um porta-jóias, feche e perca a chave. Quem ama é a maior jóia que possui.

Não importa se a estação do ano muda, se o século vira, se o milênio é outro; conserve sempre a vontade de viver, não se chega a lugar algum sem ela. Persiga um sonho, mas não o deixe viver sozinho. Alimente a sua alma com amor e cuide das suas feridas com carinho. Descubra-se todos os dias, deixe-se levar pelas vontades, mas não se enlouqueça por elas. Dê um sorriso para quem se esqueceu como se faz isso.

Acelere o seu pensamento, mas não permita que ele a consuma. Olhe para o lado, alguém precisa de si. Encha o seu coração de fé, não a perca nunca. Mergulhe de cabeça nos seus desejos e satisfaça-os.

Procure os seus caminhos, mas não magoe ninguém nessa procura. Arrependa-se, volte atrás, peça perdão. Não se habitue com o que não a faz feliz, revolte-se quando julgar necessário! Inunde o seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas. Se achar que precisa voltar, volte! Se perceber que precisa seguir, siga! Se estiver tudo certo, continue! Se tiver saudades, mate-a! Se perdeu um amigo, não se perca! Se o achar, segure-o! Caso se sinta só, olhe para as estrela; elas não estão ao seu alcance, mas estarão eternamente brilhando para si! (F.P.) -?-

 

 

As vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido.

(Fernando Pessoa)

Advertisements

2 responses

  1. Amiga
    Texto de grande profundidade aqui nos traz, desse grande Fernando Pessoa, verdadeira cartilha de viver de bem no respeito de tudo o que nos rodeia! Obrigado!
    Beijinho

    Maio 5, 2011 às 11:23 pm

  2. Joaquim
    Confesso que tenho algumas reservas em relação à totalidade deste texto que recebi por e-mail. Tentei encontrá-lo na obra de Fernando Pessoa mas não fui bem sucedida. Daí a minha interrogação no final. Vou continuar a pesquisar.

    Mas que é vibrante, é. Gostei tanto que publiquei. Beijinho

    Maio 6, 2011 às 10:26 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s