DOÇURA É A MAESTRIA DOS SENTIDOS

Doçura é a maestria dos sentidos. Olhos que vêem no fundo das coisas, ouvidos que escutam o coração das coisas, lábios que falam apenas a essência das coisas. Doçura é o resultado de uma longa jornada interior ao âmago da vida e a habilidade de lá permanecer e observar. A doçura procura pelo bem nas coisas, pois no seu coração reside a convicção de que o bem existe em algum lugar é só ter paciência para descobri—lo.

Num mundo melhor, a lei natural é a do amor e em uma pessoa melhor, a natureza natural é amorosa. Amor é o princípio que cria e sustenta as relações humanas com dignidade e profundidade. O amor espiritual leva-nos ao silêncio e este silêncio tem o poder de unir, orientar e libertar.

Quando o amor é aliado à fé, isso cria uma forte fundação para iniciativa e acção. O amor é um catalisador para mudanças, desenvolvimento e conquistas (B.K.)

Estamos todos ligados por uma rede sutil de pensamentos. Quando eu tenho um pensamento fraco, toda a rede fica fraca

(Brahma Kumaris)

Anúncios

2 responses

  1. Muito bonito!
    Vânia

    Outubro 10, 2012 às 11:29 am

  2. Fundamental a frase “Estamos todos ligados por uma rede sutil de pensamentos. Quando eu tenho um pensamento fraco, toda a rede fica fraca”

    (Brahma Kumaris)

    Outubro 10, 2012 às 11:30 am

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s