LINCOLN, O BRILHANTE PRESIDENTE DOS EUA

5_jpeg

Abraham Lincoln, Presidente dos Estados Unidos (o 16º. Obama é o 44º), foi o primeiro a ser assassinado (14 de Abril de 1865, no Teatro Ford, em Washington. John Wilkes Booth, disparou à queima-roupa a Deringer-calibre 44- sobre a cabeça de Lincoln, provocando-lhe a morte) James A. Garfield (20º),William McKinley (25º), John F. Kennedy (35º), foram os Presidentes que sucumbiram a atentados ao serviço do país.

Lincoln foi um Presidente (republicano) brilhante, ainda hoje reverenciado pelos Americanos; governou em tempos marcados por grandes dificuldades e violência (Guerra Civil Americana, durou quatro anos e teve 600 mil mortos), enfrentou sucessivos opositores dado que o tema abolição da escravatura marcava fortes clivagens que colidiam com a visão moderna do advogado que nasceu pobre e chegou ao mais alto cargo dos Estados Unidos, através de uma política forte, enérgica humanista, conciliadora, após vencer impopularidade e oposições. Foi simples, honesto e bondoso. Ainda hoje o seu discurso proferido em Gettysburg é famoso e considerado com um dos seus melhores (está gravado no Memorial de Lincoln em Washington, DC)

*

“Há 87 anos, os nossos pais deram origem neste continente a uma nova Nação, concebida na Liberdade e consagrada ao princípio de que todos os homens nascem iguais. Encontramo-nos atualmente empenhados numa grande guerra civil, pondo à prova se essa Nação, ou qualquer outra Nação assim concebida e consagrada, poderá perdurar. Eis-nos num grande campo de batalha dessa guerra. Eis-nos reunidos para dedicar uma parte desse campo ao derradeiro repouso daqueles que, aqui, deram a sua vida para que essa Nação possa sobreviver. É perfeitamente conveniente e justo que o façamos.Mas, numa visão mais ampla, não podemos dedicar, não podemos consagrar, não podemos santificar este local. Os valentes homens, vivos e mortos, que aqui combateram já o consagraram, muito além do que nós jamais poderíamos acrescentar ou diminuir com os nossos fracos poderes.

O mundo muito pouco atentará, e muito pouco recordará o que aqui dissermos, mas não poderá jamais esquecer o que eles aqui fizeram. Cumpre-nos, antes, a nós os vivos, dedicarmo-nos hoje à obra inacabada até este ponto tão insignemente adiantada pelos que aqui combateram. Antes, cumpre-nos a nós os presentes, dedicarmo-nos à importante tarefa que temos pela frente – que estes mortos veneráveis nos inspirem maior devoção à causa pela qual deram a última medida transbordante de devoção – que todos nós aqui presentes solenemente admitamos que esses homens não morreram em vão, que esta Nação, com a graça de Deus, renasça na liberdade, e que o governo do povo, pelo povo e para o povo jamais desapareça da face da terra.( 19 de Novembro de 1863 -Cemitério Militar de Gettysburg). (Maria Elvira Bento)

Pecar pelo silêncio, quando se deveria protestar, transforma homens em covardes.

(Abraham Lincoln)

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s