ESTEJAS ONDE ESTIVERES, EU ESTOU AÍ!

woman

Se estiveres lá, eu estou aí! No começo das manhãs, no escurecer das tardes, no negrume das noites. Sou a sombra da tua sombra desmaiada na moldura do tempo que foge. Se estiveres além, estou aí! Fascinada e fascinante, na ânsia impura de uma eternidade guardada nos fumos esbatidos da paixão intensa que o silêncio não acordou. Se estiveres aqui, eu estou aí! Aqui. Estou aqui. Contigo, em todas as estações da tua vida. Acordando as memórias do fascínio que as vigílias aumentaram. Acendendo saudades tão imensas e profundas, ternas e solitárias como ondas de espumas rendilhadas que me beijam os pés, na praia da esperança. Se não estiveres só, eu continuo aí! Imaginando que, um dia, te lembrarás que mim. (Maria Elvira Bento)

http://www.youtube.com/watch?v=0NkNRqGqXLU

 

Uma vida é uma obra de arte. Não há poema mais belo que viver em plenitude
(Georges Clemenceau)

Anúncios

2 responses

  1. vitorchuva

    Olá, Maria Elvira!

    Lindíssima canção, impregnada de saudade e ternura; e doce companhia para quem se possa sentir sozinho. Bonita escolha!
    Boa semana, um abraço
    Vitor

    Março 4, 2013 às 10:46 pm

  2. Maria Elvira Bento

    Obrigada Vítor. Boa semana também. Um abraço.

    Março 6, 2013 às 4:15 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s