A DESESPERANÇA PORTUGUESA

 1385177_10201798606461429_1556864707_n

Milhares de portugueses estão a passar por uma fase sem esperança. Falta-lhes realidades que os animem. Por falar em esperança recordo uma mulher que, vinda do nada, soube agarrar a Alma de um país e teve a audáci…a (apesar da sua aparente fragilidade física) de incutir a um povo desmoralizado, energia, confiança e coragem. Desafiou poderosos e sistemas, moveu-se por entre armadilhas e despertou cóleras, ódios e traições. Amou o seu povo e por ele foi idolatrada. Criou uma imagem de marca (rotina actual no staff de princesas, políticos e actores), revelando-se perita numa área ainda desconhecida na época. Foi vibrante, dinâmica e contagiou com a sua energia quando abanou a Argentina e lhe mostrou que não era proibido sonhar. Marchou ao lado de descamisados com determinação, intrepidez, iluminando os deserdados da sorte que na hora da sua morte a choraram dolorosamente, legando às gerações futuras uma saudade mítica. Tornou-se imortal. Para uns continua a ser a bandeira, o arco-íris, a santa; para outros: a“pega” que, vestida de sedas, peles e pérolas, enganou os fracos e desprotegidos. Quem foi a verdadeira Evita? Julgue quem puder aquela que soube dar esperança a um povo. (Maria Elvira Bento)

Ainda que os teus passos pareçam inúteis, vai abrindo caminhos, como a água que desce cantando da montanha. Outros te seguirão…
(Saint-Exupéry)

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s