PARABÉNS À BOLA DE OURO POR TER GANHO RONALDO!

Ronaldo 8888

A Bola de Ouro da FIFA ganhou o Ronaldo, resultando consequentemente prestigiada, credibilizada e sem sequer comprometer a densidade polémica que esse desporto de paixões em massa que é o fute…bol, sempre alimentará. Ainda em pleno mergulho na euforia, ser-nos-á difícil analisar (ponderadamente) se a Bola de Ouro esteve quase a perder Ronaldo ou não. Ele tinha todos os argumentos para que sim e para que não, quer seja o facto objectivo da Bola de Ouro consagrar tipicamente jogadores com títulos correntes, ou o facto subjectivo do Ronaldo ter falhado “aquele” golo, o que por não ser natural nele teve mais impacto a favor da contestação, já anteriormente comparticipada por um inesperado (e infeliz) Blatter (a FIFA não nos adora…) ou, por outro lado (talvez suficientemente importante), o Ronaldo ter feito uma época de praticamente contínuo virtuosismo com que energizou este desporto já de si electrificante, escrevendo em 2013 com os pés, momentos únicos para a história do futebol.

Em campo ele é, cada vez mais, uma força da Natureza em movimento. Justiça se deixe anotada sobre o facto que foi o da Bola de Ouro poder estar perto de outro (s) a poderem ganhar em vez de Ronaldo; outros também poderosamente virtuosos jogadores que aliam à enorme arrogância dos pés, a tamanha humildade (mais Lionel Messi que Franck Ribéry, claro) que se lhe conhecem, numa combinação que cativa ao ponto de promover, lá está, Messiânicas fés, crenças até, gerando um estado de Alma adepta que dificilmente consegue avaliar, com rigor, se terá havido mesmo alguém que independentemente dos golos que marcou (69) e de ter marcado mais, demonstrou, de facto, mais técnica que Ronaldo, visão de jogo, liderança, persistência, disciplina, espírito de equipa, empatia, carisma, inovação até e, para além desses parâmetros todos e suas estatísticas, uma contínua força interior em jogo, em todos os jogos, de há todos os anos que joga não muitas vezes vista na história deste desporto. Merecidamente a Bola de Ouro foi, pela segunda vez, para as mãos de Ronaldo. Parabéns à Bola de Ouro por ter ganho Ronaldo que nervoso, feliz, emocionado, a beijou e, ainda por cima, falou em português para o distinto auditório reunido em Zurique. O que pode fazer mais um campeão, o melhor jogador do mundo, pelo seu País? (Maria Elvira Bento)

 

 

A diferença entre o possível e o impossível está na vontade humana

(Louis Pasteur)

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s